Search
  • Unxpose

É possível prevenir um Ciberataque antes que aconteça?

Malwares e ransomwares estão entre as maiores preocupações das empresas no mundo inteiro. Prevenir um ciberataque pode soar impossível, mas o uso de tecnologias adequadas, capaz de fortalecer pessoas e processos, pode reduzir drasticamente o risco de exposição de uma empresa.


Já é de conhecimento comum que o cibercrime nunca foi tão criativo, tão perigoso e tão caro como nos dias atuais. A exemplo do recente caso do ataque de ransomware contra a Accenture, assim como os ataques ao próprio Tesouro Nacional, constantes vazamentos de dados, invasões a sistemas e por conseguinte. 2021 já ganhou até mesmo o título de "ano do Ransomware".


Malwares são a preocupação de 64% das empresas no mundo


Com os serviços e empresas migrando de forma massiva para plataformas e sistemas digitais e conectados, muitas vezes em infraestruturas de terceiros, o valor de mercado dessas organizações está atrelado ao quão seguras suas operações estão. O portal Canaltech, recentemente, mostrou os resultados da pesquisa da gigante de Segurança da Informação ESET Security Report 2021, revelando que para 64% dos entrevistados malwares com certeza são suas maiores dores de cabeça.


A pesquisa ainda indica algo que a maioria das consultorias, seguradoras e big techs alertam desde o começo da pandemia, do home office e da hiper digitalização dos negócios - e mesmo antes: sofrer um ciberataque é só uma questão de tempo, atingindo todos os setores e empresas de todo porte, sem exceção.


Conscientização e processos voltados para segurança são diferenciais competitivos


Para alguns executivos, o cenário parece de desesperança. Mas para muitos é a oportunidade de investir de forma inteligente, valorizando seus negócios e assumindo a Segurança das Informações como um de seus pilares. Security by Design e Privacy by Design já são processos implementados pelas maiores corporações. Esses conceitos pensam a segurança em todos os dispositivos e processos criados no negócio, do início ao fim.


A educação e a conscientização em Segurança aplicada em forma de aulas e campanhas para os colaboradores, incentivadas pelas recentes leis de proteção de dados ao redor do globo - como a LGPD - complementam e reforçam tecnologias de segurança. Ou seja: quando o assunto é segurança, processos, pessoas e tecnologia devem andar de mãos dadas sempre.


O ecossistema do desenvolvimento seguro


Já no cotidiano, o segredo está nas equipes e em como elas encaram cada um dos estágios do negócio. Veja, se os desenvolvedores não aplicam Segurança desde o começo, não pensam no processo seguro, desconhecem os conceitos de DevSecOps, muitas vezes eles não conseguirão visualizar falhas em seus códigos, tampouco saberão testá-los e corrigi-los. Ou seja, desde o início do produto, da plataforma ou serviço, ele já está vulnerável - muitas vezes a ciberataques simples e até fáceis de evitar.


E quem é que está encarregado de verificar estas falhas? Passando do desenvolvedor ao controle de qualidade, para os gerentes de projetos, para os Owners e todo o ecossistema de desenvolvimento… Todos são parte do processo de Segurança, e muitos desconhecem completamente como podem agir em prol da defesa do negócio.


Segurança é um dever de todos


No dia a dia das empresas, é comum a necessidade de velocidade constante para se desenvolver novas soluções, aplicações ou até mesmo a mais simples das features. Além disso, é comum que tarefas de correção de vulnerabilidades sejam despriorizadas por falta de conhecimento técnico do time de tecnologia.


Imagine se a equipe, como um todo, estivesse ciente das possíveis falhas antes mesmo de colocar algo em produção. Antes de gastar inúmeras horas e recursos revisando os serviços já disponibilizados, muitas vezes sem sequer saber o que estão procurando, sem saber priorizar os problemas, sem saber qual é o real impacto das falhas existentes para o negócio.

Entendendo o impacto real das falhas no seu negócio


Pensando nesse problema, a Unxpose foi construída para ser didática de ponta a ponta, desde a forma como explica o potencial impacto e contexto de cada vulnerabilidade encontrada, até os tutoriais sobre como corrigi-las. As instruções são criadas para serem facilmente entendidas também por quem não tem expertise em cibersegurança, e trazem referências em vídeos e documentos externos para ajudar no entendimento geral. A priorização inteligente da Unxpose também é crucial para a conscientização de todo o time, pois ela mostra as vulnerabilidades que realmente importam, levando em consideração o contexto da empresa.


O resultado? Ao salvar horas do time, provendo detecção e leituras especializadas, o produto se torna invariavelmente mais seguro, aumentando a velocidade na correção das falhas de Segurança. Incentivar boas condutas em cada etapa do processo ainda aproxima os times, criando uma visibilidade completa do produto e engajando cada membro com uma nova cultura, mudando seus comportamentos e eliminando riscos, antes que um ciberataque aconteça.

25 views0 comments